Economia do Brasil

O dólar caiu nesta sexta-feira ao menor nível em três meses contra o real, em dia de fraqueza global para a moeda norte-americana, com o mercado ainda sob efeito da expectativa de melhora na liquidez mundial conforme os Estados Unidos caminham para cortar juros.

O dólar à vista fechou em queda de 0,68%, a 3,8239 reais na venda. É o menor patamar para um encerramento desde 21 de março passado (3,8001 reais).

 

Macaque in the trees
Notas de dólar (Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany)

 

No acumulado da semana, a cotação recuou 1,93%. É a quarta queda semanal do dólar nas últimas cinco semanas.

Na B3, o dólar futuro de maior negociação cedia 0,40% nesta sexta-feira, a 3,8260 reais.

Mesmo numa sessão espremida entre o feriado de Corpus Christi e o fim de semana, o volume de negócios no mercado futuro se manteve em torno da média, com cerca de 300 mil contratos de dólar futuro sendo negociados para o primeiro vencimento.

O Federal Reserve sinalizou nesta semana prontidão para reduzir o juro básico nos EUA, como forma de proteger a economia de impactos negativos decorrentes da guerra comercial travada entre Washington e Pequim.

Juros mais baixos nos EUA melhoram a relação risco/retorno para aplicações em ativos de mercados de maior risco, como os emergentes, o que pode estimular entrada de capital para o Brasil, por exemplo. Com isso, há aumento da oferta de dólar, o que tende a reduzir o preço da moeda.

"Devido à posição já vendida em real e a potencial fraqueza adicional do dólar no mundo depois da reunião do Fed, passamos a ficar otimistas com o real", disseram estrategistas do Morgan Stanley em nota.

O Morgan projeta dólar de 3,80 reais ao fim de setembro e de 3,75 reais no término de dezembro.

Uma das medidas da atratividade do dólar no mundo, o juro real norte-americano caiu 21 pontos-base nesta semana, para 26 pontos-base, enquanto o ouro subiu ao maior patamar desde 2013. "É um claro sinal de que a era de dólar forte (no mundo) acabou", concluíram os profissionais do Morgan.

Mas o J.P. Morgan não compartilha do otimismo. Segundo o banco, persistentes incertezas políticas podem atrasar a agenda de reformas no Brasil. "Além disso, riscos geopolíticos podem manter o real sob pressão no médio prazo, e não projetamos a apreciação prevista por analistas na pesquisa Focus", completou o J.P. Morgan.

A mediana das expectativas do mercado para o dólar é de 3,80 reais ao fim de 2019 e 2020, segundo a sondagem Focus, do Banco Central.


 

 

Relacionadas

  1. Dólar fecha longe das mínimas do dia no aguardo de novidades na cena política
  2. Dólar recua com otimismo sobre atuação do Congresso e aguardando ata do Fomc
  3. EUA avaliam pagar US$2 por bushel de soja para ajudar produtores, diz Bloomberg
  4. Dólar tem maior queda em duas semanas ante real com alívio em cenário interno
  5.  

Dólar recua ante real em dia de volume reduzido

 

Atualizado em 

O dólar caía ante o real nesta sexta-feira, com volume reduzido em função do feriado de Corpus Christi na véspera, beneficiado pela decisão do Federal Reserve de quarta-feira, mas monitorando aversão ao risco no exterior

Às 10:31, o dólar recuava 0,52%, a 3,8302 reais na venda

Na quarta-feira, o dólar caiu 0,25%, a 3,8501 reais, menor patamar em mais de dois meses.

Neste pregão, o dólar futuro tinha variação negativa de cerca de 0,2%.

Em dia marcado por volume reduzido na ponte entre o feriado de Corpus Christi e o fim de semana, agentes financeiros voltavam atenções para o exterior, onde há elevada aversão a risco após escalada nas tensões entre Estados Unidos e Irã.

O New York Times reportou que o presidente dos EUA, Donald Trump, aprovou ações militares contra a República Islâmica em retaliação pela derrubada de um drone de monitoramento, mas depois voltou atrás.

O real, no entanto, valorizava-se frente ao dólar ainda em movimentos de ajuste após o mercado local ter ficado fechado na véspera, em reação à decisão do Fed na quarta-feira, quando o banco central dos EUA mostrou postura mais dovish.

 

“O que justifica o dólar aqui não ter valorizado mais é que ele ainda está precificando o dia de ontem… que aqui ficou inoperante e lá fora o dólar caiu, ainda influenciado pelas decisões de política monetária dos EUA”, afirmou o analista de câmbio da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva Filho.

Agentes financeiros também reverberam decisão do Banco Central local, na quarta-feira após o fechamento do mercado. O Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa de juros no piso histórico de 6,50% ao ano pela décima reunião consecutiva, e, segundo economistas, a sinalização é de que cortes de juros só ocorrerão após a aprovação da reforma da Previdência pela Câmara dos Deputados, o que de acordo com algumas estimativas mais otimistas pode acontecer em julho.

Sobre a reforma da Previdência, a expectativa é que a votação ocorra logo após o encerramento das discussões na comissão especial, conforme disse o presidente do colegiado, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), na quarta-feira.

O BC realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de 10,089 bilhões de dólares.

 

Por Laís Martins/ Reuters

Sobre a loja

Somos uma empresa especializada na comercialização de contadoras de cédulas e contadoras de moedas. Importamos e comercializamos no Brasil as melhores marcas e modelos. Trabalhamos também com equipamentos para escritórios, gráficas e outros departamentos. Oferecemos um maior leque de produtos com garantia, suporte telefônico e assistência técnica em todos os estados.

Social
Pague com
  • Pagamento na Entrega
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

V V PEREIRA IMPORTACAO E COMERCIO LTDA - EPP - CNPJ: 09.389.088/0001-50 © Todos os direitos reservados. 2019

Seja bem-vindo a Loja Jel Compras. Somos uma empresa especializada na comercialização de contadoras de cédulas e contadoras de moedas. Importamos e comercializamos no Brasil as melhores marcas e modelos. Trabalhamos também com equipamentos para escritórios, gráficas e outros departamentos. Oferecemos um maior leque de produtos com garantia, suporte telefônico e assistência técnica em todos os estados. Através da Loja Jel Compras você pode comprar no conforto e comodidade da sua casa. A Loja Jel Compras é uma empresa totalmente segura, ao comprar em nosso site seus dados são sigilosamente guardados. A loja Jel Compras foi desenvolvida com um visual que te ajuda a encontrar os produtos com mais facilidade. Temos certeza, V. Sa. apreciará a qualidade dos nossos produtos. Horário de Atendimento de Segunda a Sexta das 9:00 às 17:00 Fale conosco pelos fones: 85- 3232 5200 / 85 3298 6134 http://api.whatsapp.com/send1=pt_BR&phone=5585997603740